segunda-feira, 20 de março de 2017

Seis factos essenciais sobre a vida de George Michael


O músico britânico George Michael, que morreu domingo aos 53 anos, foi um ícone da música pop conhecido tanto pelos êxitos que colocou no top de vendas um pouco por todo o mundo, como pela sua turbulenta vida pessoal.

O nome - Georgios Kyriacos Panayiotou, de ascendência grega, brilhou como membro do duo Wham e como solista ao longo de uma carreira na qual vendeu mais de 100 milhões de discos, que inclui temas que se tornaram clássicos da música pop como "Careless Whisper", "Faith", Wake me up before you go-go", "Freedom" ou "Last Christmas". Filho de pai grego-cipriota e de mãe britânica, Georgios Kyriacos Panayiotou nasceu a 25 de julho de 1963 no bairro de East Finchley, no norte de Londres.

A fama - George Michael saltou para a fama no início da década de 1980, depois de formar o duo Wham, com o seu companheiro de escola Andrew Ridgeley, com o qual conquistou êxito atrás de êxito com "Club Tropicana", Young Guns (Go For It)" ou "Last Christmas". Em 1985 os Wham tornaram-se a primeira banda pop ocidental a dar dois espetáculos na China comunista, numa altura em que ainda se encontrava muito fechada ao exterior, liderada pelo líder reformista Deng Xiaoping. Em 1986 saiu o último álbum do duo "The Edge of Heaven", que voltou a ser um êxito de vendas, e com o qual fizeram uma série de concertos no estádio de Wembley. O seu primeiro álbum como solista "Faith" foi um êxito de vendas em 1988, embora tenha aberto uma batalha legal entre o músico e a editora Sony, da qual George Michael tentava sair.

As polémicas - Em 1998 também o seu nome começou a aparecer nos 'media' pelas piores razões, depois de anos em que se recusou a falar sobre a sua alegada homossexualidade, foi detido por atentado ao pudor na Califórnia, nos Estados Unidos. O incidente foi posteriormente parodiado no videoclip "Outside" pelo próprio músico que veio a declarar abertamente ser homossexual, bem como a revelar a relação com o norte-americano Kenny Goss. Em 2006 voltou a protagonizar as páginas dos jornais pelas piores razões depois de ser detido pela polícia londrina por dormir ao volante do seu BMW, embriagado e supostamente sob o consumo de cannabis. Dois anos depois voltou a ser detido por posse de cocaína e outras substâncias, tendo em 2010 recebido uma sentença de oito semanas de prisão por um incidente no qual foi com o seu automóvel de encontro a uma loja no norte de Londres.

A separação - Em 2011, anunciou oficialmente o fim da sua problemática relação de 15 anos com Kenny Goss, embora tenha assegurado que se tinham separado dois anos antes e, em 2012, tentou relançar a sua carreira ao cantar na cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres.

À beira da morte - Durante a última década da sua vida teve alguns problemas de saúde, tendo estado à beira da morte em 2011 devido a uma pneumonia, tendo sido obrigado uma traqueotomia.

Em Portugal - George Michael esteve apenas uma vez em Portugal, em 2007 no Estádio Municipal de Coimbra, por ocasião dos 25 anos de carreira.

Informação retirada daqui

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Todas as Biografias são retiradas de:

Mensagens populares

Recomendamos